12 julho, 2017

MAYA, Abilio - TÉLAS DO MINHO. Com duas palavras do sr. Olavo Bilac. Illustrações de Conceição Silva. Lisboa, Imprensa de Libanio da Silva, 1900. In-8.º (21,5cm) de 156 p. ; il. ; B.
1.ª edição.
Belíssimo livro, impresso em papel de superior qualidade, muito ilustrado com desenhos de belo efeito ao longo do texto.
Muito valorizado pela dedicatória autógrafa do autor ao conhecido historiador, o Dr. Sousa Viterbo.
Conjunto de quadros poéticos de índole saudosista, dedicados na sua maioria ao seu Minho.

"Gosto de vêl-as, roseas e trigueiras,
De cestos á cabeça, carregadas,
Colletes duros, saias engommadas,
Cintas largas, redondas e ligeiras.

Embora o sol, causticador e fórte,
Banhe de luz os horisontes vastos,
Ou caiam chuvas, enxarcando pastos,
Sempre, - na faina imposta pela Sorte!

Saltam portêllos, rêgos e vallados;
Vão por caminhos, sós, noites escuras:
Almas tranquillas e consciencias puras,
Guarda-lhes eus os passos descuidados.

Trazem pés nús, ou sóccos ou chinelos;
Vestem saias de estopa e de tomentos;
Cabellos soltos á mercê dos ventos,
Desprendendo os sorrisos mais singelos."

(excerto de Camponezas)
Exemplar brochado em razoável estado de conservação. Sem capa frontal; contracapa com falhas de papel. Pelo interesse e raridade a justificar encadernação.
Raro.
15€
Reservado

Sem comentários:

Enviar um comentário